RÁDIO VOTORANTIM
l
VOTORANTIM-SP
Sistema Apple

MATÉRIAS PUBLICADAS

 

Profissionais de educação se recusam a fazer prova de concurso ao perceberem malote sem lacre

Profissionais de educação se recusam a fazer prova de concurso ao perceberem malote sem lacre

A prova do concurso realizado pela Prefeitura de Votorantim voltado à área da educação para vagas de diretor de escola que aconteceria neste domingo (19), a partir das 14h, foi cancelada minutos antes de sua realização pela falta de lacre em, pelo menos, um malote de provas.

Candidatos que estavam em uma sala da Escola Comendador Pereira Inácio, no bairro Barra Funda, em Votorantim, se recusaram a iniciar a prova ao notar que o malote estava aberto. Segundo o relato de um candidato, antes de iniciar a prova, o inspetor pediu para que os concurseiros que estavam sentados nas primeiras carteiras da sala 10 checassem a lisura do concurso, verificando o lacre. Nesse momento, os candidatos viram que estava sem o dispositivo e perguntaram ao inspetor se ele havia retirado, porém ele disse que já havia recebido assim.

Os candidatos se recusaram a iniciar a prova, e as outras classes notaram a movimentação e também foram informadas sobre a falta do lacre. Houve insistência da organização para que as provas fossem realizadas, mas os candidatos não permitiram a aplicação. Com o tumulto, a Polícia Militar foi acionada.

Uma professora que estava na sala 10 e pediu para não ser identificada, disse à reportagem da Gazeta de Votorantim que o responsável pela empresa Integri Brasil Projetos e Serviços Integrados, organizadora do concurso, “só se preocupava em manter a porta da sala fechada e pedir para que todos se acalmassem”. Eles diziam que “quem estivesse se sentido prejudicado, poderia se levantar e sair da sala e os que desejassem poderia continuar fazendo a prova”, mas essa postura mudou quando os candidatos disseram que acionariam a Polícia.

Assim que foi detectada a falha, o vereador Luciano Silva (DEM) foi contatado por vários candidatos e candidatas que estavam prestando o concurso. Surpreso, o vereador disse iria verificar quais providências legais que devem ser tomadas nesse contexto e prestou apoio aos educadores.

A Gazeta de Votorantim tentou contato com a Integri Brasil, mas até o momento não encaminhou respostas. A empresa optou em fazer um comunicado assumindo que um dos malotes realmente estava aberto sem o lacre. “A Integri Brasil comunica que a prova para o cargo 4.02 - Diretor de Escola, programado para este domingo, dia 19/12/2021 - período da tarde - foi cancelada, em face à verificação de ausência de lacre de segurança em um único malote, pelo qual lamenta profundamente. Por esta razão, em face ao cancelamento, comunica que as referidas provas serão reaplicadas em data oportuna, visando a manutenção de toda lisura e transparência que o assunto requer. Atenciosamente, Equipe Integri Brasil”.

Infelizmente, a Gazeta de Votorantim continua sofrendo com as sanções da Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Votorantim, que não encaminha informações ao jornal, mesmo sobre assuntos de interesse público, como neste caso.




< Voltar

Copyright 2022 - Rádio Votorantim    •    Grupo Alphanet Hosting